UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

publicidade UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Unha encravada (ou também chamada onicocriptose) é quando a unha cresce para “dentro da carne” ao invés de sobre esta.

É uma condição comum que causa desconforto ou mesmo dor intensa principalmente no dedão do pé (primeiro dedo) e pode muitas vezes infeccionar. 

unha encravada 2 UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Unha encravada

A unha fica encravada quando a borda lateral da unha fere a pele adjacente e ocorre inflamação, geralmente apresentando uma lesão chamada granuloma piogênico (falaremos sobre ele mais adiante). A unha, então, ao crescer, “enterra” no dedo.

Sintomas de uma unha encravada

unha encravada UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Pele inflamada

A pele inflamada fica inchada e forma uma barreira ao progresso da unha que é mais dura e, conforme cresce, vai se “enfiando” na pele, causando os sintomas mais comuns como dor e piora da inflamação.

Os sintomas de uma unha encravada variam dependendo da gravidade.

Sintomas leves de uma unha encravada:

  • inflamação do dedo, na pele ao redor da unha (pele vermelha e com inchaço – edema)
    unha encravada inicial1 UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

    Sintomas leves

  • dor ao fazer pressão no dedo
  • não há pus
  • pode começar somente com desconforto sem sinais mais claros de inflamação

Sintomas moderados de uma unha encravada:

  • aumento da inflamação do dedo
  • dor
  • infecção do dedo: pus (de cor branca, verde ou amarela) na área afetada
  • sangramento
    unha encravada médio UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

    Sintomas moderados

Sintomas graves de uma unha encravada:

  • a inflamação fica maior: dor, inchaço e vermelhidão intensos
  • um crescimento excessivo da pele ao redor da lesão (hipertrofia)
  • infecção grave

Causas de unha encravada

unha encravada final UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Sintomas graves

Existem várias coisas diferentes que podem causar unha encravada.

A causa mais comum é o trauma na pele por corte de maneira incorreta do canto das unhas ou o uso de sapatos apertados, como sapatos de bico fino.

As causas de unha encravada são:

  • o corte incorreto das unhas
  • transpiração excessiva ou má higiene dos pés
  • sapatos apertados e meias apertadas
  • traumas únicos ou pequenos e constantes
  • Micose de unha
  • forma natural da unha (concavidade)
  • Medicamentos prescritos, particularmente retinóides orais, como a isotretinoína e acitretina.
unha encravada errado UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Cortando os cantos: errado!

Corte incorreto das unhas

Cortar erradamente as unhas aumenta o risco de desenvolver unha encravada.

Ao cortar as unhas do pé muito curtas ou cortar os cantos, há favorecimento para que a pele ao redor desta eleve-se sobre a unha e passe a bloquear o crescimento da unha.

unha encravada certo UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Corte em linha reta com cantos “para fora”: correto!

Outro problema, é que comumente ocorre o trauma na pele (cortar sem querer) que pode desenvolver um granuloma piogênico (explicado mais adiante).

publicidade UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

 A maneira correta de cortar as unhas é em linha reta.

O corte reto, com os cantos livres, ajuda a unha a crescer normalmente e pode prevenir o surgimento de unhas encravadas.

Transpiração excessiva ou má higiene dos pés

A transpiração excessiva ou má higiene dos pés pode tornar a pele muito úmida e macia em torno das unhas dos pés o que torna mais fácil para a unha perfurar a pele e inserir-se dentro dela.

Sapatos e meias apertados

unha encravada calçado apertado UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Calçado apertado: o trauma constante do bico fino empurra a unha e causa inflamação e unha encravada

O uso de sapatos e meias apertados faz pressão sobre a pele ao redor da unha.

A pele pressionada pode sofrer trauma pela ponta da unha e inflamar.

Esse trauma pode ser pequeno e constante ou pode ser em um dia único, no qual o calçado usado não seja de costume, ou a pessoa passe muito tempo de pé, ou que sofra um trauma adicional usando este calçado, como uma “topada” ou um “pisão”.

Calçados apertados também podem causar um “desvio” da unha para dentro, resultando em uma unha encravada.

Traumas únicos ou pequenos e constantes

Um trauma único na ponta do dedo pode causar uma lesão chamada granuloma piogênico que evolui com inflamação e encravamento da unha.

Traumas pequenos e constantes, como chutar a bola no futebol, causam “desvios” no crescimento da unha e possível encravamento.

Micose de unha

micose de unha 2 b UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Micose de unha

Às vezes, a unha com micose pode tornar-se mais quebradiça.

A unha quebradiça pode “lascar”, tornando mais fácil para a unha perfurar a pele adjacente.

A perfuração levará à inflamação e unha encravada.

Para saber mais sobre micose de unha leia o nosso artigo Micose de Unha: Sinais e Tipos de Onicomicose.

Forma natural da unha

A unha pode apresentar-se côncava, ocorrendo pressão de suas bordas sobre a pele da base e encravamento.

A unha pode ser naturalmente dessa forma ou gradualmente passar a ser dessa forma.

unha encravada curva UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Unha côncava que penetra na pele

Ela passa ser dessa forma com o tempo, devido ao uso de calçados apertados, que empurram os cantos das unhas para dentro, ou devido ao costume de sempre cortar os cantos, que também desvia o crescimento da borda da unha para dentro.

Neste caso, não é a pele que inflama primariamente e envolve a unha, é a unha que pressiona a pele e encrava literalmente na pele, ocorrendo secundariamente a inflamação desta.

Medicamentos como causa de unha encravada

Alguns medicamentos podem fazer, como efeito colateral, paroníquia (com granuloma piogênico) que é uma inflamação da pele ao redor da unha (dobra ungueal), ocorrendo inflamação e encravamento da unha.

Os medicamentos prescritos que particularmente fazem isto são os retinóides orais, como a isotretinoína (Roacutan) e acitretina (Neotigason).

Unha encravada e granuloma piogênico

A unha, ao traumatizar a pele adjacente, age como um corpo estranho, ou seja: é um objeto dentro da pele.

Devido à presença da unha como corpo estranho, uma resposta inflamatória ocorre na área de penetração, levando ao desenvolvimento de tecido de granulação, isto é, uma “carne esponjosa” que sangra facilmente.

unha encravada granuloma UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Granuloma piogênico visível

Geralmente, o granuloma piogênico fica na parte interna na pele da borda da unha e não é visível, apenas percebe-se a inflamação, a dor intensa e o sangramento fácil, mas na foto do site www.dermatologia.net, pode-se ver um granuloma piogênico que “cresceu para fora” da borda interna.

O granuloma piogênico pode desenvolver em outras partes do corpo também, se houver trauma local.

Como dito acima alguns medicamentos podem fazer, como efeito colateral, granuloma piogênico.

Tratamento da unha encravada

Na maioria dos casos, há a formação de granuloma piogênico na pele da borda interna adjacente à unha.

Esses granuloma piogênico pode ser tratado pelo dermatologista com aplicação de ácido tricloroacético (ou outro de preferência do médico) ou por cirurgia.

unha encravada cirurgia UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Cirurgia: retirada lateral da unha para acessar o granuloma piogênico

A cirurgia consiste na retirada da lateral da unha afetada (e não da unha inteira!) para se ter acesso ao granuloma piogênico e fazer a remoção deste por curetagem ou eletrocoagulação (geralmente a combinação destes métodos).

O médico pode optar, conforme o caso, em fazer a eletrocoagulação (cauterização) da matriz da unha para evitar que a unha cresça nesta lateral (matricectomia).

Também conforme cada caso, o procedimento cirúrgico pode ser mais complexo e ser realizada uma verdadeira plástica do local (cantoplastia).

Retirar cirurgicamente a unha inteira não é recomendável, pois pode ocorrer trauma na matriz da unha e esta não nascer mais ou passar a nascer defeituosa.

Compressa de água morna e sal ajuda muito a reduzir a inflamação devido à promover a drenagem do pus da região.

Antibióticos podem ser necessários para tratar a infecção.

Tratamento caseiro de casos leves

Se detectada precocemente e ainda com inflamação muito leve (sem granuloma piogênico), o próprio paciente pode tratar em casa e impedir de o problema se tornar pior, e, por vezes, pode conseguir curar.

Pode-se fazer o seguinte:

  1. Mergulhe o dedo na água morna por 10 minutos para amolecer as dobras de pele ao redor da unha afetada.
    unha encravada tratamento 2 UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

    Coloque um “fiapo” de algodão ou fio dental entre a unha e a pele para ajudadr a unha a crescer livremente por cima da pele

  2. Em seguida, usando um cotonete, empurre a dobra da pele sobre a unha encravada para baixo e para fora da unha. O movimento deve ser a partir da matriz da unha para a extremidade (para fora).
  3. Repita a cada dia durante algumas semanas, permitindo que a unha cresça livremente.
  4. Não use um objeto pontiagudo como tesouras de manicure para cavar sob a unha, pois pode infeccionar.
  5. Como o crescimento da unha, coloque um pequeno pedaço de algodão (“fiapo”) ou fio dental por baixo para ajudar a unha crescer sobre a pele e não para dentro dela. Trocar o algodão diariamente.
  6. Não corte da unha, permita que ela cresça para fora.
  7. Passe a cortar a unha em linha reta e não arredondada nos cantos.

Não tente usar uma agulha para drenar o pus de seu dedo do pé. Isso pode fazer a infecção piorar. Procure um médico.

Como cortar corretamente as unhas?

unha encravada cortar as unhas UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Corte das unhas

As unhas devem ser cortadas em linha reta, com os cantos das unhas visíveis sobre a pele.

Os cantos das unhas devem ultrapassar a pele.

As unhas não devem ser cortadas muito curtas.

Se as unhas são muito duras, são mais fáceis de cortar depois do banho, quando ficam um pouco amolecidas.

Outras precauções para evitar a unha encravada …e outros problemas nas unhas e nos pés

Mantenha os pés limpos e secos.

Sempre que possível, deixe seus pés respirarem: ao longo do dia, tire o calçado. Aproveite momentos como a hora do almoço para isso.

Evite sapatos apertados e use meias de algodão ao invés de tecidos sintéticos.

Não use o mesmo calçado todos os dias. Coloque ao sol para secar bem o sapato que está “descansando”.

Troque as meias diariamente ou mais de uma vez por dia, se transpira muito.

Passe hidratante nos pés (incluindo nas unhas e entre os dedos) antes de calçar as meias, isso evita o maceramento da pele entre os dedos.

Se você tem diabetes ou doença arterial periférica, aprenda a cuidar bem dos seus pés. Pessoas com diabetes têm dificuldade em sentir os dedos dos pés e podem cortar-se sem perceber: cuidado ao cortar as unhas! (leia sobre Diabetes Mellitus: Causas, Sintomas, Tratamento e Prevenção neste link)

Para saber mais sobre micose de unha leia o nosso artigo Micose de Unha: Sinais e Tipos de Onicomicose.

Referências

UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento 5.00/5 (100.00%) 2 votes
(Visited 53.439 times, 156 visits today)