Dra. Marcia Costa

HEPATITE C: Tratamento Conforme o Protocolo do Ministério da Saúde de 2015

Em 2015 o Ministério da Saúde publicou o novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite C e Coinfecções que revê e atualiza o que foi publicado em 2011.

publicidade

Este artigo abordará especificamente as indicações e contra-indicações segundo este protocolo. O conteúdo apresentado será um extrato do protocolo do Ministério da Saúde, posto que não há a intenção de substituí-lo em consultas mais detalhadas e específicas.

publicidade

HEPATITE C: Diagnóstico, Evolução e Tratamento – parte II

A hepatite C atinge silenciosamente quase 6 milhões de brasileiros, pois a doença não mostra sintomas. Os sintomas, quando aparecem, já são decorrentes da cirrose hepática, que é irreversível e pode caminhar para o câncer de fígado.

publicidade

A pessoa somente saberá se tem hepatite C através de exame de sangue específico, o anti-HCV.

publicidade

HEPATITE C: Diagnóstico, Evolução e Tratamento – parte I

A hepatite C é uma doença infecciosa causada pelo vírus da hepatite C. A pessoa com hepatite C geralmente não apresenta sintomas. Devido a isso, muitas pessoas desconhecem que estão infectadas pelo vírus da hepatite C.

publicidade

A infecção pelo vírus da hepatite C é uma das causas mais frequentes de doença crônica do fígado.

A infecção crônica pode conduzir à formação de cicatrizes no fígado e, finalmente, à cirrose, a qual geralmente é aparente depois de muitos anos. Em alguns casos, as pessoas com cirrose ainda desenvolvem insuficiência hepática e hepatocarcinoma.

publicidade

LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO (LES): Diagnóstico e Tratamento

Há duas formas principais de lúpus – o lúpus eritematoso sistêmico e o lúpus cutâneo.

publicidade

O lúpus eritematoso sistêmico pode afetar quase todos os órgãos do corpo, incluindo o seu articulações, pele, rins, células do sangue, cérebro, coração e pulmões.

publicidade

ROSÁCEA: Vermelhidão no Rosto – Causas e Tratamento

A rosácea afeta cerca de 1 em cada 10 pessoas, mais comumente pessoas com idade de 30 a 50 anos com pele clara, mas também pode afetar as pessoas de pele mais escura.

publicidade

As mulheres são mais comumente afetadas, porém os homens costumam ter quadros mais graves. Geralmente há outros casos na família.

Rosácea é uma doença inflamatória crônica da pele que afeta o rosto, caracterizada por rubor facial, dilatação de vasinhos da pele (telangiectasias), pápulas (lesões elevadas de até 1cm), pústulas (lesões elevadas com pus, parecidas com “espinhas”) e, em casos graves, aumento da espessura da pele do nariz (rinofima).

publicidade

PSORÍASE: Sintomas, Tipos e Tratamento

A psoríase é uma doença inflamatória crônica da pele, com base genética.

publicidade

Para algumas pessoas, a psoríase é apenas um incômodo. Para outros, é incapacitante, especialmente quando associada à artrite.

Episódios de psoríase tendem a ir e vir ao longo da vida.

A frequência das crises varia.

Os sintomas são geralmente mínimos, mas coceira que varia de leve a intensa pode ocorrer.

publicidade

DIABETES MELLITUS: Causas, Sintomas, Tratamento e Prevenção

Diabetes mellitus é uma doença que ocorre quando o nível de açúcar (glicose) no sangue se torna mais elevado do que o normal, e acontece se o corpo produz pouca ou nenhuma insulina ou quando a insulina produzida não consegue agir devido à resistência à insulina pelas células.

publicidade

publicidade

UNHA ENCRAVADA: Causas, Como Evitar e Tratamento

Unha encravada (ou também chamada onicocriptose) é quando a unha cresce para “dentro da carne” ao invés de sobre esta.

publicidade

É uma condição comum que causa desconforto ou mesmo dor intensa principalmente no dedão do pé (primeiro dedo) e pode muitas vezes infeccionar. 

publicidade

MANUAL de MEDICAMENTOS na GRAVIDEZ

Este manual foi elaborado pela Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e lista 357 medicamentos, mostrando suas indicações, contra-indicações, posologia (dose e forma de tomar), efeitos adversos, uso na gravidez e na amamentação e a classificação de risco na gravidez da FDA (Food and Drug Administration).

publicidade

Portanto, não é útil apenas para guiar a prescrição da gestante, mas de qualquer paciente.

É um excelente Manual de Medicamentos.

O manual lista os medicamentos em ordem alfabética, sendo fácil a localização do remédio procurado.

A informação é a base de prevenção de problemas.

publicidade

MELANOMA MALIGNO: Sinais, Riscos e Prevenção

O melanoma maligno, ou simplesmente melanoma, é um tipo de câncer de pele. Não é tão comum como os outros tipos de câncer de pele, mas é o mais grave.

publicidade

A pele é o maior órgão do corpo e, como um órgão exposto às agressões externas constantes, apresenta um grande risco de sofrer transformações malignas de suas células.

publicidade